Integrantes do governo Rosinha convocam colaboradores pelo rádio

28set11

O blog do João do Microfone publicou às 16h53, vídeo que mostra uma multidão caminhando em direção à Prefeitura de Campos. São centenas de contratados e terceirizados, como os funcionários da limpeza pública, “intimados” por integrantes do governo Rosinha Garotinho, por meio do rádio e outras formas, a comparecerem a uma suposta manifestação de desagravo.

Veja aqui o vídeo das pessoas chegando à Prefeitura de Campos.

Como publicado no post anterior, a prefeita foi afastada da Prefeitura de Campos por decisão da Justiça Eleitoral, que considerou “panfletário” o uso de meios de comunicação. Além da prefeita, fazem parte do processo o deputado federal Anthony Garotinho, seu marido, e os radialistas Linda Mara da Silva, Fábio Paes e Patrícia Cordeiro. A sentença os torna inelegíveis por três anos a partir de 2008. A prefeita afirma que só sai da Prefeitura presa, Garotinho esbravejou na Câmara dos Deputados que a decisão da Justiça “é um golpe contra o povo de Campos”, pelo rádio, colaboradores da prefeita soltaram impropérios contra a Justiça Eleitoral e o governador Sérgio Cabral Filho (PMDB), desafeto do casal.

Estrutura montada para abrigar os correligionários da prefeita Rosinha

Apesar dos acusados afirmarem, em sua defesa, que não têm ligação direta com a direção do grupo “O Diário”, segundo ouvintes, o secretário de Governo, Geraldo Pudim, convocou, por telefone, o diretor da rádio, Paulo André Barbosa, a montar um estúdio dentro da Prefeitura para transmitir ao vivo os acontecimentos e entrevistas com secretários municipais e vereadores. Também foram convocados beneficiários dos programas sociais de Campos a participarem das manifestações em apoio à prefeita. Até tendas foram montadas no estacionamento da Prefeitura para abrigar aqueles que foram prestar solidariedade.

Convocações de “correligionários” para manifestações de “desagravo” no mínimo, inusitadas, são uma das especialidades do casal Garotinho. Há alguns anos, o ex-governador protagonizou uma greve de fome, após instalar-se na sede do PMDB, no Rio, alegando que sofria perseguição da mídia e do governo Lula, às vésperas da eleição presidencial. Recorde o caso que recebeu ampla cobertura da impresa e inspirou humoristas:

Folha de São Paulo: Garotinho anuncia greve de fome em protesto a “boicote”

Cia. de Humor: Greve de Fome

Veja: Em greve de fome, Garotinho mostra que não tem estatura para ser candidato a presidente

Anúncios


No Responses Yet to “Integrantes do governo Rosinha convocam colaboradores pelo rádio”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: