Justiça Eleitoral cassa Rosinha Garotinho pela segunda vez

28set11


Este blog não visa cobrir fatos do cotidiano como outros, porém, a situação não pode passar em branco.
Pela segunda vez a Justiça Eleitoral cassou o mandato da prefeita de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho. Ela é acusada de abuso do poder econômico e uso irregular de meio de comunicação, no caso o jornal e a rádio do grupo O Diário. A prefeita e o marido, o deputado federal Anthony Garotinho, além dos comunicadores Linda Mara da Silva, Patrícia Cordeiro Alves e Everton Fábio Nunes Paes, são acusados de usarem a rádio de maneira “panfletária”. Em seu blog, o deputado Anthony Garotinho afirmou que os advogados pediram a suspeição da juíza Gracia Cristina Moreira do Rosário, da 100ª Zona Eleitoral. Na Câmara Federal, Garotinho esbravejou em um pronunciamento, dizendo que a decisão “é um golpe contra o povo de Campos”.
Especialistas em direito eleitoral afirmam que a colocação de Garotinho e as alegações dos advogados de defesa não causam surpresa. Segundo eles, tudo não passa de manobra para tentar expor a Justiça Eleitoral:
– Esse teatro dos advogados de defesa não passa de artimanha, um artifício para protelar a decisão, nada mais que isso. Se a juíza não decidisse pela cassação ele diria que fez o certo; cassando, tenta desacreditar a magistrada. Se o processo fosse remetido para o TRE, como nos casos em que se argui suspeição, tentariam jogar a decisão para o TSE. Tudo meramente para protelar a decisão, afirma um advogado eleitoral.
Os advogados da prefeita de Campos alegaram a suspeição em razão de nota divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral, informando que o julgamento deveria ocorrer até a quinta-feira, dia 29. No município, o clima é de guerra: centenas de pessoas estão indo para as ruas para manifestação convocada por assessores, como o secretário de Governo, Geraldo Pudim. Os ânimos estão exaltados, com centenas de ocupantes de cargos políticos e contratados se aglomerando em frente à Prefeitura. Empresas de ônibus, como a Tamandaré, estão parando. A prefeita disse que não deixa seu Gabinete enquanto não for julgado o recurso e mandou buscar os filhos em casa, dentre eles o presidente do PR – Partido da República, Vladimir Matheus.
Irmão de Garotinho, o vereador e presidente da Câmara, Nelson Nahim está sendo procurado pela Justiça Eleitoral para ser notificado e assumir a Prefeitura. Nahim foi envolvido esta semana em uma polêmica deflagrada pelo vereador Kellenson Alves Kellinho Figueiredo de Souza, o Kellinho, que registrou em cartório uma declaração e enviou ao deputado Garotinho, informando que Nahim havia dito ao vice-presidente do Legislativo, Rogério Matoso, para preparar-se porque assumiria novamente a presidência da Câmara. Nahim desmentiu o fato e chamou o colega vereador de “baba-ovo”. Nesse momento um oficial de Justiça se encaminha para a Prefeitura a fim de notificar a prefeita. Rosinha afirma que vai resistir e não deixará a Prefeitura.
(Foto extraída da internet)

Anúncios


One Response to “Justiça Eleitoral cassa Rosinha Garotinho pela segunda vez”

  1. 1 Gino

    Just about every participant observed advantages throughout the review.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: